RIO 40 GRAUS!

Por Paulo Mileno


Faz um calor infernal no Rio de Janeiro no final de setembro de 2020 e parece que em Outubro será pior, devida a sensação térmica. A situação não poderia ser diferente depois de registrarmos queimadas logo no Pantanal (uma região alagada) e no jardim do Brasil. A vergonha internacional que assola o no país é sem precedentes no noticiário internacional.


A obra prima 'Rio 40 Graus', de Nelson Pereira dos Santos, filmado em 1955 é considerado o marco do movimento do Cinema Novo e entrou na lista da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (ABRACCINE) como um dos 100 melhores filmes de todos os tempos. É um clássico que todos os brasileiros deveriam assistir.


Impossível não lembrar desse filme hoje. Eu posso imaginar que você, meu caro leitor, deve estar se perguntando qual é a relação de aprender inglês com o calor infernal no Rio ou com o próprio título do filme do mestre Nelson Pereira do Santos, homenageado em 2019 pela sua passagem na cerimônia do Oscar.


Meu caro leitor, o compositor Tom Jobim dizia que fazer sucesso no Brasil era quase que uma ofensa pessoal e a própria crítica brasileira só passava a apreciar as obras de seus artistas, principalmente a música e o cinema nos anos 60, se houvessem repercussão no exterior.


O que eu quero contextualizar hoje aqui com você é que a crítica e a intelligentsia brasileira carece de referenciais estrangeiros para validar uma narrativa vinda da cultura popular ou de temáticas populares. Assim sendo, fica evidente que a formação da consciência de quem se diz povo ou das classes médias são bem distintas, tal qual, o seu discurso artístico.


E é, aí, que entra o aprendizado de outros idiomas. Quando você se torna bilíngue você “ganha” uma outra persona porque você fica mais cabeça aberta e, consequentemente, mais humano.

Quando a língua inglesa começa operar em seu cérebro, naturalmente começa a ser produzido um discurso mais objetivo e direto uma vez que, automaticamente, a sua fala se torna mais dinâmica.


Em português o sujeito tenderia a escrever textos muitos longos e parágrafos “grandes”demais e isso nenhum cursinho de inglês vai te ensinar como funciona na prática.


No dia que a crítica nacional tiver a “cabeça aberta”, livre de preconceitos e “síndrome de vira latas”, muito mais da produção cultural brasileira será revelada para o grande público prestigiar e, por outro lado, com a ampliação da consciência dos artistas nacionais seria possível um discurso pluriversal para a identidade humana seja tocada tanto na China como no Uruguai.


Se não não está claro para você, meu caro leitor, o melhor exemplo que eu posso te dar são as produções em streaming como a Netflix, a Amazon, Globoplay, entre outras. Hoje nos temos a oportunidade de assistir um filme ou série que passa simultaneamente em 190 países.


Essa é a pluriversalidade que me me refiro. O plural da diversidade.


Não devemos confundir com obras de caráter universal porque o que é Uno é apenas um visão sobre o todo.


O próprio mercado para os atores brasileiros já não é mais o mesmo da época do filme 'Rio 40 Graus' em 1955, 10 anos antes do surgimento da TV Globo.


É lógico, fazer uma novela na televisão é um atrativo para qualquer ator, entretanto, o domínio de outras línguas, como o inglês e espanhol, já abriu as portas, por exemplo, para Rodrigo Santoro e Wagner Moura trilharem suas carreira internacionais na Netflix e em Hollywood.

'

Rio 40 Graus' está disponível do YouTube gratuitamente para ser assistido e é possível ver que os problemas sociais daquela época, guardado o choque geracional, não difere muito de hoje, assim como o calor escaldante para um país tropical.


Não difere muito da genialidade do pai do Cinema Novo em servir de referência de conexão para os problemas da América Latina e da África no combate aos privilégios de uma elite que parece viver em outro mundo se escondendo no conforto de quartos com ar condicionado, controlando esse status quo.


Sem sombra de dúvidas, e precisamos encontrar uma sombra para pensar melhor debaixo desse sol, o status quo se altera quando a população passa a encontrar meios de gerar a sua autonomia e ser bilíngue é um grande passo para ser reconhecido, ter seus trabalhos valorizados e, assim, articular os intercâmbios, networking e conexões com esse mundo que está aí fora. O que precisamos é de mais líderes, já temos muitos seguidores.


7 visualizações
CONTATO

Precisa de Ajuda ?​​

 Rio de Janeiro, RJ                        São Paulo, SP

Tel: (021) 9.7920-0717     /     Tel: (011) 9.9285-0188

 contato@englishmunchersbrasil.com.br

saopaulo@englishmunchersbrasil.com.br

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca Ícone Blogger

© 2019 English Munchers.