Melhorando o Ritmo e a Pronúncia

Ao se falar inglês (ou qualquer outra língua), todos sabem que uma boa pronúncia é essencial! Mas algo que pouco se menciona é o ritmo, ou musicalidade das sentenças. Para ilustrar, se-eu-fa-la-sse-com-a-mes-ma-pau-sa-tom-tim-bre-in-to-na-ção-to-da-sí-la-ba, não importa quão boa a minha pronúncia fosse, soaria totalmente artificial, seria como se estivesse conversando com o Siri ou Alexa (robots). Acentuar corretamente dentro de uma sentença as palavras pronunciando com mais ou menos ênfase o começo, meio ou o seu final passa uma boa impressão e torna a conversa mais natural. Felizmente praticar ritmo não é algo difícil; pelo contrário, pode ser feito a qualquer hora e em qualquer lugar através do método de shadowing, técnica que além de ajudar na musicalidade, ajuda muito na pronúncia. A prática através de shadowing consiste em pegar um video ou audio que contenha transcripts (legenda na língua original, diferente de subtitle, que é a legenda traduzida). Após ouvir atentamente uma sentença, prestando atenção no timbre, intonação, pronúncia, tentar repetir ao pé da letra essa sentença. É importante escolher bem o sotaque desejado, observando até a região do interlocutor, se é alguém da costa leste ou oeste americana, se é inglês londrino cockney ou Queen´s English. Importante tbm é poder gravar a sua repetição para comparar com o original e assim se corrigir. Alguns sons são realmente difíceis de serem reproduzidos, já que nem todos os fonemas são comuns a todos os povos, raças, culturas. Fazer isso em frente ao espelho tbm ajuda, principalmente se estiver shadowing um video, imitando não somente o som, mas tbm as feições faciais que ajudam a produzir o som em questão. 10 minutos de shadowing ao dia deve fazer uma diferença tremenda, desde que se preste a devida atenção aos sons que ouvimos. Na verdade, tão grande problema quanto o som q emitimos é o q conseguimos ouvir, mas isso é assunto para uma próxima correspondência.

Lembrando, todo esse tempo aprendendo e treinando tem q ser colocado em prática! Participar de reuniões onde o conversational English é colocado em prática de forma descontraída e sem cobranças pode ser bem mais eficiente do que estar em uma sala de aula. Afinal, aula chata, ninguém merece!

77 visualizações