É mais fácil para adultos...

Discordo da crença popular que crianças aprendem uma língua nova mais fácil que adultos! Quando se fala em conseguir processar informações, reter o que é importante, colocar em prática da forma correta, ou seja, tudo o que compõe o processo cognitivo, tenho certeza que adultos são superiores! Mas não nego que crianças levam algumas vantagens, e acho importante dar uma olhada nelas para no final, tentar entender porque crianças levam essa fama e equilibrar o jogo.

Diria que em primeiro lugar, diferente de adultos, crianças conseguem ouvir TODOS OS SONS. Nem todos sons são utilizados em diferentes línguas/culturas, e isso ao longo dos anos incapacita os ouvidos e nos torna surdos. Sabe aquele comerciante asiático que insiste em dizer qualenta leais? Pois é, a letra "R" não existe no alfabeto deles. Falantes nativos de inglês não conseguem pronunciar a letra "J", falam "djota" (djanela), enquanto no Brasil, a letra "M" e "N" não tem diferença (em "ameNdoiM", N e M tem o mesmo som). Resumindo, não conseguimos falar porque não conseguimos ouvir!

Outra vantagem é que crianças não tem medo, se arriscam sem se preocupar em errar. Dizer que todos sabem que erros fazem parte do processo de aprendizado é mentira...crianças não sabem disso, adultos sabem disso, mas a diferença é que eles praticam o que não sabem, nós travamos com o que sabemos!

Uma outra vantagem que crianças levam sobre adultos é o tempo disponível para aprender.  A prática, a exposição, o estudo demanda um tempo considerável que fica difícil achar na vida de um adulto.

O que tenho para dizer para equilibrar esse processo de aprendizado de uma nova língua é que felizmente, essas vantagens são reversíveis.  Através de exercícios específicos, conseguimos aprender a ouvir e a repetir alguns sons.  Foco nos sons diferentes, prestando atenção ao som mas também nas expressões faciais para entender como ele é produzido, assim como correção imediata da pronúncia errada servem tanto para aprendermos como para fixar na memória aquilo que foi perdido.  O medo de errar é uma questão de atitude, a mesma atitude que precisamos quando queremos frequentar uma academia ou aprender a dirigir.  Precisamos sair de uma zona de conforto tendo em foco o resultado final.  Forma física não se obtêm ficando na teoria, algumas habilidades podem ser inicialmente aprendidas em sala de aula, mas o aperfeiçoamento tem que ser feito fora dela.  

Saber aprender, a grande vantagem que adultos levam sobre crianças, nos permite focar nos pontos principais das necessidades e deficiências, otimizando assim o tempo de estudo, e tornando nosso aprendizado mais rápido e eficiente.

Da próxima vez que pensar que está muito velho/a para aprender tal coisa, reflita:  você está sabendo aprender? 

0 visualização